O lendário campo que mistificou para sempre uma máquina de fazer gols dos anos trinta.

Vencer no Testaccio era como escalar o Everest, perder de pouco um alívio e os adversários da Roma daquela mítica época sabiam muito bem disso.

O hino foi escrito por Toto Castellucci em 1931, ano em que a Roma foi vice-campeã italiana e teve um dos melhores índices da sua história, tendo números melhores inclusive da campeã daquela temporada.

Cor core acceso da la passione

undici atleti Roma chiamò

e sott'ar sole der Cuppolone

'na bella maja a du' colori je portò.

Li du' colori de Roma nostra

oggi signora del futtebbal,

non più maestri né professori

mo' sò dolori

perché "Roma" ce sa fà.

C'è Masetti ch'è primo portiere;

De Micheli scrucchia ch'è 'n piacere;

poi c'è quer torello de Bodini;

cor gran Furvio Bernardini,

che dà scòla all'argentini.

Poi c'è stà Ferraris er mediano,

granne nazionale e capitano;

Chini, Fasanelli e Costantino,

cò Lombardi e cò D'Aquino;

Vorche è 'n mago pe' segnà!

Campo Testaccio

ciai tanta gloria,

nessuna squadra ce passerà.

Ogni partita

è 'na vittoria,

ogni romano è n'bon tifoso e sà strillà.

Petti d'acciaio, astuzia e core

corpi de testa da fa 'ncantà.

Passaggi ar volo co' precisione

e via er pallone che la rete và a trovà.

Quanno che 'ncomincia la partita

ogni tifosetta se fà ardita,

strilla Forza Roma a tutto spiano

co' la bandieretta 'n mano,

perchè cià er core romano.

L'ala centra e Vorche tira e segna,

questo è er gioco e "Roma" ve lo 'nsegna!

Cari professori appatentati

sete belli e liquidati

perché Roma ce sa fà.

Semo giallorossi e lo sapranno

tutti l'avversari de st'artranno.

Fin che Sacerdoti ce stà accanto

porteremo sempre er vanto

Roma nostra brillerà

Paixão acesa no coração

Onze atletas Roma chamou

E sob o sol da criação

Um belo manto auri-vermelho ela endossou

As duas cores de Roma nossa

hoje senhora do futebol,

não mais maestros, nem professores,

mas só as dores

porque Roma sabe e faz

Tem Masetti mítico goleiro

De Micheli briga de zagueiro

tem também o touro do Boldini

Com o Fulvio Bernardini,

que dá aula aos argentinos

No meio tem Ferraris em ação

bravo capitão e seleção

Chini, Fasanelli e Constantino,

Com Lombardi e com D'Aquino

Volk é gênio pra marcar!

Campo Testaccio

Tens tanta glória

Nenhuma equipe lhe passará

Toda partida

Uma vitória,

o romanista com ardor sustentará

Peitos de aço, amor e astúcia

jogadas lindas, de se encantar

Lances aéreos com precisão

voa bolão porque o gol vai encontrar

Quando tens inicio a partida

Toda torcidinha és atrevida

Grita Força Roma a toda vista

eleve as cores altruísta

de coração romanista

O ponta cruza e Volk não vacila

este é o jogo e Roma lhe ensina

Caros professores e estudados

fiquem belos liquidados

porque Roma sabe e faz

Somos giallorossi e saberão

oponentes de agora e os de então

Tendo Sacerdoti em ação

segue linda esta canção

Roma nossa brilharas


© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM