Nasce invariavelmente dos antigos sustentadores romanistas conhecidos na Curva Sul do estádio Olímpico de Roma e em jogos fora da capital como Tradizioni Distinzione.

Padroni di Casa, ou simplesmente em português “Donos da Casa”, aparecem pela primeira vez como torcida organizada em um jogo válido pela vigésima primeira rodada da temporada 2006/07 em que a Roma venceu o Siena por 1 a 0 no Olímpico com um gol de Mirko Vucinic aos dezessete minutos do segundo tempo.

Uma temporada em que a Roma fora até as quartas de final da Liga dos Campeões da Europa perdendo de maneira trágica para o Manchester United no jogo de volta por 7 a 1 após ter vencido o primeiro jogo em casa por 2 a 1 e os ultras do Padroni di Casa estavam no Old Trafford com seu tradicional estandarte representando os ultras giallorossi.

A Roma nesta temporada vivia um grande momento apesar desta trágica eliminação. Disputava um testa a testa com o super time da Internazionale, o qual enfiou uma goleada de 6 a 2 na primeira final pela Copa Itália daquela temporada, levantando a taça no jogo de volta em pleno estádio Giuseppe Meazza, também sob os coros dos Padroni di Casa.

Conhecidos pela forte energia emanada de seus membros, sua ideologia é aquela de realmente mostrar principalmente para os adversários, sejam eles nas arquibancadas ou no campo, quem realmente são os Donos da Casa.

A U T O R
  • Padroni di Casa


    Material pesquisado e extraído do site asromaultras.org e de redes sociais

    @zamacwb

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM