Estádio Olímpico de Roma - ROMA 14/10/2017 - 15:45  (20:45  local time )

8ª  Rodada,  CAMPEONATO

ROMA-NAPOLI
Associazione Sportiva Roma
0-1
Società Sportiva Calcio Napoli

Venceu o melhor

A Roma foi derrotada em casa pelo Napoli. Se o resultado não constitui nenhum absurdo, a atuação da equipe de Di Francesco escancarou seu estado eterno de reconstrução, tendo sido imobilizada pelos visitantes desde cedo. O gol de Insigne foi suficiente para travar a Roma, que em momento algum criava perigo. Do duelo extrai-se a clara superioridade do Napoli, muito mais preparado para vôos maiores na Série A. À Roma resta seu ciclo corriqueiro.

@ribeirenko

Síntese: Corriere dello Sport

Insigne gol, Sarri varre o Olímpico. Um gol no primeiro tempo do atacante napolitano permite aos azzurri de centrar a oitava vitória consecutiva. No segundo tempo trave de Fazio e travessão de Dzeko

Por: Davide Palliggiano

ROMA - Oito sobre oito e Olímpico varrido duas vezes em menos de oito meses. O Napoli é irrefreável e vence por 1 a 0 em Roma graças a um gol aos vinte minutos de Insigne, sua primeira marca na carreira contra os giallorossi. A equipe de Sarri chefa a quota de 24 pontos, permanece na liderança e abre cinco pontos para os demais da parte de baixo da tabela, esperando para ver o resultado do derby de Milão. A Roma encaixa sua segunda derrota na temproada depois daquela diante da Inter, novamente em casa, e mais uma vez contra um adversário em concorrência direta pelas primeiras posições. As notas positivas, para Di Francesco, aparecem apenas no segundo tempo: foram vistas poucas tramas de jogo, mas muito mais vontade e somente uma grande defesa de Reina em uma cabeçada de Fazio que negou o empate entre as equipes.

TANTO NAPOLI - Nos primeiros 20 minutos as equipes se alternam na posse de bola. Mertens tenta duas vezes, mas sem muitos alardes. A Roma prova impor o seu jogo alongando o Napoli com uma posse de bola defensiva. O resultado porém, não é dos melhores, porque a equipe de Sarri permanece recuada e não arrisca nada.

INSIGNE FAZ 100 - O pequenino ali na frente começa a aquecer-se: Mertens empenha Alisson na primeira trave depois de uma troca com Insigne. Aos vinte eis a vantagem azzurra, nascida de uma troca entre os dois, mas com a participação de De Rossi, que de fato serve Insigne dentro da área: chute imediato sob a primeira trave e Alisson não tem tempo nem mesmo de reagir. Para Lorenzinho é o primeiro gol na Roma, o centésimo como profissional e o ducentésimo do Napoli com a marca de Sarri.

POUCA ROMA - A Roma acusa o golpe e sofre tremendamente a posse de bola do Napoli, que gerencia a vantagem. Tenta Dzeko com uma cabeçada depois de um cruzamento de Bruno Peres, mas sem precisão. De resto é um monólogo sarriano, com outras três tentativas: duas cabeçadas (Mertens e Hamsik, defende Alisson) e um chute de Insigne rebatido para escanteio pela defesa.

MENOS NAPOLI - O Napoli começa bem também no segundo tempo, mas não consegue fechar a partida. Resquícios de Roma se começa a ver dos 50’ pra frente, quando primeiro Dzeko e depois Kolarov tentam com chutes a distancia. Aos 57’ Mertens rouba bola de Manolas (que se lesiona), mas perde a poucos metros uma clamorosa chance para os 2 a 0. Depois é Hamsik a empenhar Alisson com um chute central.

TRAVESSÃO DE DZEKO - A pressão giallorossa aparece insistentemente no final, quando o Napoli não consegue mais construir jogo e na frente se perde muitas vezes em um copo d’água. Dzeko sobe em uma cobrança de escanteio, mas acerta a parte alta do travessão (84’). Chovem bolas na área de Reina, que assustam a defesa azzurra. Fazio aprece como centro-avante e cria espaços. A ultima ocasião é aos 95’ para Under, sob um cruzamento de Kolarov: esquerda fraca, Reina defende e o Napoli passa no Olímpico. É mini-fulga, esperando o derby de Milão.

@davepalliggiano

ROMA(433): ALISSON,  BRUNO PERES,  MANOLAS(58' FAZIO),  JUAN JESUS,  KOLAROV,  PELLEGRINI(78' GERSON),  DE ROSSI,  NAINGGOLAN,  FLORENZI(71' CENGIZÜNDER),  DZEKO,  PEROTTI

NAPOLI(433): Reina, Hysaj, Albiol, Koulibaly, Ghoulam, Allan, Jorginho (27′ st Diawara), Hamsik (25′ st Zielinski), Callejon (36′ Rog), Insigne. A disp.: 22 Sepe, 1 Rafael, 11 Maggio, 19 Maksimovic, 21 Chiriches, 6 Mario Rui, 37 Ounas, 18 Leandrinho, 15 Giaccherini. Téc.: Sarri.

Cartões: Jorginho, De Rossi, Fazio, Ghoulam

F I C H A
  • ROMA 0-1 NAPOLI


    Árbitro: Gianlucca Rocchi (Florença)
    Acréscimos: 1' pt,  5' st
    Escanteios: 5 a 2 para a Roma
    Público: 37.914

    info@portaleromanista.org

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM