Tudo se caminha pro mesmo!

Quem esperava algum ponto em Turim não pode ser considerado um torcedor normal. Tem que ser otimista ao extremo. Toda vez é a mesma conversa. Sempre falta pouco. Seja um pênalti não assinalado, seja um pênalti não existente marcado pra eles, seja uma falha individual de um zagueiro, seja um gol perdido cara a cara, sempre fica impressão de que faltou pouco. Mas na verdade falta muito. A Juventus demonstra que só aperta o necessário e a Roma joga a vida pra quem sabe conseguir um gol. Não tem como ser muito otimista em relação a temporada. O título mais realista mais uma vez entregue por acreditar mais do que deviam nos reservas. Quando temos um time forte, nosso elenco é fraco. Quando corrigimos e fortalecemos o elenco, o time titular fica pior. Tudo caminha para mais uma temporada sem nenhum título e sem nenhuma alegria maior que (quem sabe) uma vaga na UCL. Forza Roma, mas FORZA NOI, que precisamos para não desistir!

Síntese: La Repubblica

Juventus-Roma 1-0: O ex Benatia decide o jogo em Turim. O marroquino consente aos bianconeri de ficar na cola do Napoli, na frente um ponto. Travessão de Florenzi e Pjanic, no finalzinho Schick perde a chance de empatar.

Por: Maurizio Crossetti

TURIM - A Juventus bate a Roma por 1 a 0 graças aos gols do ex Benatia aos 18 minutos e volta a -1 do Napoli líder. Para Allegri oitavo jogo consecutivo sem sofrer gols, Di Francesco mastiga amargamente pelo travessão de Florenzi: em todo caso, grande e bela partida, com destaque para Dzeko, então Khedira pisa na bola depois que Fazio salva sobre Cuadrado. De cabeça o recuperado Mandzukic (ainda fora Dybala) não acha o gol depois do cruzamento de Matuidi. Depois de uma esplêndida assistência de Dzeko, Florenzi manda para os ares ao invés de servir El Shaarawy. Aos 18 minutos a Juve passa a frente: Alisson rebate a cabeçada de Chiellini e resvala no travessão, mas no retorno sobra livre para Benatia que só coloca pra dentro. Nada pode fazer Alisson. Roma atrás do marcador  mas a um passe do empate (depois de um contato duvidoso entre Higuain e Alisson liberado pelo VAR entretanto) com El Shaarawy: Dzeko lança Perotti, assistência para o faraó que tem pela frente o muro Szczesny diante de si. Sempre a ritmos muito altos, mas para uma nova ofensiva de relevo precisa esperar o segundo tempo, quando é determinante um carrinho de Manolas antecipando-se sobre Mandzukic depois de uma assistência de Higuain.

A Roma não acha a contra medida, mas Higuain a graça aos 54’: perfeito a assistência de Khedira, clamoroso o erro de Pipita, que chuta para as nuvens cara com Alisson.  Rompe o cerco Kolarov: Chiellini se antecipa. Depois contra-ataque da Juve: Mandzukic se coloca como aparador primeiro para Matuidi (Alisson sempre ligado), depois para Higuain chutando para o alto. Di Francesco escolhe Schick (fora El Shaarawy) e aos 71’ a chance de Dzeko: direta potente, mas imprecisa.

Ocasião de gol aos 80: Chiellini e Alex Sandro deixam passa um lançamento de De Rossi, Florenzi acredita encobre Szczesny (morto na jogada) mas a bola bate no travessão e volta para o campo. Minutos depois Under (que entrou no lugar de De Rossi) por muito pouco não empata, o goleiro polaco coloca com o pé para escanteio. Pjanic tem uma chance de ouro para ampliar para o time de Turim, mas a bola acerta o travessão de Alisson.  Depois a chance mais clara de empate para a Roma é desperdiçada de maneira embaraçosa por Schick que não agradece a assistência de Benatia cara a cara com Szczesny que não deixa a bola passar. A Juve vence fica na cola do Napoli a -1. A Roma não jogou mal, mas se distancia do topo.

@m_crosetti

JUVENTUS (4-3-3): Szczesny; Barzagli, Benatia, Chiellini, Alex Sandro; Khedira, Pjanic, Matuidi (34' st Marchisio); Cuadrado (32' st Bernardeschi), Higuain, Mandzukic. A disposição: Pinsoglio, Loria, Lichtsteiner, Rugani, Asamoah, Bentancur, Sturaro, Dybala, Douglas Costa, Pjaca. Treinador: Allegri

ROMA (433):Alisson, Florenzi, Manolas, Fazio, Kolarov, Nainggolan, De Rossi(Under 85'), Strootman(Pellegrini 71'), El Shaarawy(Schick 67'), Dzeko, Perotti

Cartões: Cuadrado,Alex Sandro,De Rossi,Pellegrini,Kolarov

F I C H A
  • JUVENTUS 1-0 ROMA


    Árbitro: Paolo Tagilavento (Terni)
    Acréscimos: 0’pt e 5’st
    Escanteios: 5 a 3 para a Roma
    Público: 41.000


    info@portaleromanista.org


© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM