Continue Assim

Em jogo movimentado e gostoso de assistir em Florença, a Roma superou a Fiorentina por 4 a 2, pela 12ª rodada da Serie A, e deu ainda mais regularidade à temporada. Sempre na frente do placar, os giallorossi o inauguraram com Gerson, destaque do jogo. Vetereout empatou, mas Gerson, novamente, colocou a Roma na frente. A Fiorentina deixou tudo igual ainda no primeiro tempo com Simeone. Contudo, na segunda etapa, Manolas e Perotti sacramentaram a vitória. É o décimo sucesso romanista em doze partidas no campeonato. Números importantes, contando ainda que a classificação às oitavas na Champions está encaminhada. Embora questionado por algumas escolhas, Di Francesco vem dando certo. E esperamos que continue.

Síntese: Corriere dello Sport

Serie A, Fiorentina-Roma 2-4: biz de Gerson, depois Manolas e Perotti. No Franchi belíssima partida, rica de emoções: Veretout e Simeone os gols violas.

Por: Patrizio Cacciari

FLORENÇA - Décima segunda vitória consecutiva fora de casa da Roma (cinco nesta temporada) que sob chuva intermitente bate o Franchi com um convincente 4 a 2 sobre a Fiorentina. Ninguém ainda não havia conseguido na Série A. São tantos os temas do jogo: os primeiros gols como giallorosso de Gerson, absoluto protagonista do match, a faixa de capitão para Florenzi, convocação fresca para a seleção italiana, pela primeira vez neste ano, Manolas que volta titular e Emerson Palmieri novamente no banco depois de um longo stop.

PRIMEIRO TEMPO PIROTECNICO - Denis da triunfal noite de Champions, Di Francesco aplica novamente o turn-over mandando em campo desde o primeiro minuto Gonalons e Pellegrini no meio campo e sobretudo Gerson na ponta direita, mudança que se revelará acertada. Primeiro tempo sem exclusão de golpes, com a Roma em vantagem por duas vezes graças ao biz do jovem brasileiro. Belíssimos os dois gols, ambos furtos de ações manobradas. O primeiro chega depois de cinco minutos, assistência de El Shaarawy, toque de chapa de Gerson sem chances para Sportiello. O segundo, aos 30’, é mérito de uma esplendida penetração central de Gonalons que depois da troca de passes com El Shaarawy no meio campo, pesca o brasileiro ainda na direita. Desta vez o toque é em direção ao primeiro pau concluindo de esquerda. Gerson, objeto misterioso do mercado da temporada passada, nunca tinha marcado gol com a Roma, este ano, além de dois gols, já é a sua sétima presença. Em meio a isso o gol de Veretout aos 9 minutos: Gil Dias salta Kolarov e mete no centro, o meio campista viola se desvencilha da marcação de Gerson e a poucos metros de esquerda bate Alisson. O segundo gol da Fiorentina chega aos 39’: cruzamento da meia cancha ofensiva viola de Biraghi, cabeçada vencedora de Simeone, deixado sozinho por falha de Fazio. Antes do intervalo outra grande ocasião para os donos da casa: mortífera ação de Chiesa que dribla meia defesa romanista e chuta de direita, decisivo o desvio para a trave de Alisson, prontíssimo com os pés também no rebate de Veretout. Equipes para repouso sobre o 2 a 2.

SEGUNDO TEMPO ROMANISTA - No segundo tempo Roma novamente a frente aos 50’: escanteio de Kolarov, Dzeko prolonga de cabeça, a bola bate no ombro de Manolas e termina nas redes. É o terceiro gol do grego na Série A e nova vantagem para a Roma que este ano venceu todos os jogos em que abriu o marcador. A Fiorentina tenta reagir, mas a Roma desta vez está mais atenta. Di Francesco manda em campo Perotti e Strootman no lugar de El Shaarawy e Pellegrini tentando liquidar a partida: mortíferas as várias verticalizações de Nainggolan, mas não da mesma forma as finalizações de Dzeko. Saem exaustos seja Chiesa que Gerson, entre os melhores do jogo. Entram Babacar na Fiorentina e Defrel na Roma, que tem na esquerda a bola da partida, mas a conclusão acaba sobre o travessão. Liquida o jogo, entretanto, Perotti aos 87’: devastaste a pressão de Nainggolan sobre os portadores de bola viola, esquerdo mudando o jogo para Perotti, delicioso controle do argentino, chute de esquerda e bola nas redes. É o 4 a 2 definitivo. No final Sportiello nega o gol a Kolarov e Defrel. No final da partida equipe sob o rumoroso setor romanista a comemorar a vitória. Com o empate de Napoli e Inter, a Roma recupera dois pontos na classificação e goza da parada Fifa em evidente crescimento. No retorno haveremos o derby com a Lazio.

@PatCacciari

FIORENTINA(433): Sportiello; Bruno Gaspar, Pezzella, Astori, Biraghi; Veretout, Badelj (30'st Sanchez), Benassi; Chiesa (29'st Babacar), Simeone, Gil Dias (37'st Eysseric). A disp.: Cerofolini, Dragowski, Vitor Hugo, Milenkovic, Olivera, Cristoforo, Lo Faso, Saponara, Zekhnini. Téc.: Pioli

ROMA (433):Alisson, Florenzi, Manolas, Fazio, Kolarov, Pellegrini(Strootman 72'), Gonalons, Nainggolan, Gerson(Defrel 82'), Dzeko, El Shaarawy(Perotti 65')

Cartões: 52’ Pezzela, 66’ Gonalons

F I C H A
  • FIORENTINA 2-4 ROMA


    Árbitro: Marco Di Bello (Brindisi)
    Acréscimos: 1’pt e 4’ st
    Escanteios: 9 a 5 para a Roma
    Público: 15.000


    info@portaleromanista.org


© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM