Eusebio Di Francesco

Um bom filho sempre a casa torna. E que ótimas lembranças nos traz Eusebio, que quando esteve a última vez em Roma como jogador, foi pra ajudar a arquitetar o terceiro título italiano da história romanista.

Di Francesco que após encerrar sua carreira de jogador, onde realmente deixava o meio de campo equilibrado quando por lá atuava, além de ter um bom faro de gol, se torna executivo da Roma em 2005 e exerce a função durante um ano. Após isso, decide deixar Trigoria para assumir o cargo de diretor esportivo da Val di Sangro onde também permanece por um ano antes de se transferir para o Pescara Calcio, time da sua cidade natal, em que é torcedor declarado, para exercer a atividade de diretor técnico do setor juvenil do clube.

Em 2009 finalmente inicia sua aventura de técnico de futebol comandando a Società Sportiva Virtus Lanciano 1924. Sua missão era a de manter a equipe na Liga Pro (Série C italiana), mas a falta de jogadores qualificados no elenco, prejudica seu trabalho frente ao time rossonero e após de longos dissensus deixa o cargo para retornar ao Pescara no ano seguinte.

Chega para substituir o exonerado Antonello Cuccureddu, e nas suas primeiras ações promove o Pescara a Série B depois de ter superado os play-offs. Desta forma lhe é concedido um contrato por mais dois anos frente ao comando do clube. No campeonato seguinte conduz a equipe a décima terceira colocação, depois de ter batalhado outro longo e disputadíssimo play-off. No dia 22 de junho de 2011, decide deixar o clube antecipando o contrato que tinha por mais um ano, para aceitar a proposta do Lecce que lhe oferecia o comando técnico da equipe giallorossa. Desta forma é substituído pelo boêmio Zdeněk Zeman.

Frente a Unione Sportiva Lecce, é a primeira vez que treina uma equipe pela primeira divisão do italiano, e a exemplo do clube anterior, também recebe uma proposta contratual por dois anos. Porém Di Francesco não consegue colocar em prática seu trabalho junto a equipe salentina. Em treze partidas acumula nove derrotas, oito pontos no ativo e a última colocação na tabela de classificação. No dia 4 de dezembro de 2011, após derrota de 4 a 1 para o Napoli, Eusébio Di Francesco é exonerado do cargo e no seu lugar toma posição Serse Cosmi, que também nada pode fazer para evitar o rebaixamento dos giallorossi a Série B ficando na décima oitava posição.

Na temporada 2012/13 sela acordo com o Sassuolo e lá começa um novo capítulo de sua vida de treinador totalmente diferente após o purgatório que teve que percorrer me suas aventuras precedentes. No final do primeiro turno a equipe conquista 48 pontos e a posição de campeã de inverno. Eusebio finalmente consegue colocar em prática suas idéias, a equipe não esmorece e permanece na mesma pegada até o final da temporada. No fia 18 de maio de 2013, após a vitória por 1 a 0 sobre o Livorno, o Sassuolo encerra o campeonato na primeira posição se promovendo de maneira inédita a Série A. No ano seguinte a equipe sofre queda de rendimento inexplicavelmente e depois da derrota de 3 a 1 para o mesmo Livorno que havia promovido a equipe no anterior, no dia 28 de janeiro de 2014, Di Francesco é demitido do cargo de treinador. Meses depois, a sociedade decide chama-lo de volta para reocupar o cargo de comissário técnico da equipe neroverde após substituir seu sucessor, o carrasco Alberto Malesani, vencedor de todas as cincos partidas que haviam disputado.

Após seu retorno o Sassuolo consegue se salvar matematicamente do rebaixamento com uma rodada de antecedência. Na temporada 2015/16 deixa o time emiliano na sexta colocação, conquistando dessa forma vaga para a UEFA Europa League, também primeiro feito na história do discreto clube. Não consegue repetir os mesmos feitos no ano seguinte, pois o time, que já possuía um elenco bastante enxuto, sofre com jogadores importantes afastados por lesões e com isso chega apenas a décima segunda colocação.

Em Roma, depois do divórcio com o então técnico de Certaldo, Luciano Spalletti, o primeiro nome que é colocado na lista giallorossa é o de Di Francesco. As negociações se alastram por semanas e o problema maior estava na questão da recisão contratual de Eusébio com o clube neroverde Sasol. No dia 12 de junho de 2017 então, após um acordo, rescinde com o Sassuolo e assina um contrato de dois anos com a equipe da capital.

No dia 13 de agosto estréia com a Roma em Bergamo e vence o Atalanta após longa data de insucesso em domínios bergamasco. Na semana seguinte, apesar de desenvolver futebol muito melhor que a Internazional de Milão, inclusive saindo a frente do marcador e por três vezes acertando a trave adversária, inclusive com um possível pênalti negado, acaba amargurando sua primeira derrota por 3 a 1 em casa para o ex-técnico da equipe romanista, Luciano Spalletti.

@zzzamaaa

B I O S
  • Eusebio Di Francesco


    Nascimento: 08/09/1969
    Cidade: Pescara
    Função: Tecnico
    Estréia Série A: 20/08/2017
    Atalanta 0-1 Roma

    Temp Jgs Vit Emp Derr
    2017/18 19 13 3 3
    Total 19 13 3 3

    info@portaleromanista.org


© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM