Guido Masetti

Simples. Olhar penetrante, nariz aquilino, Guido Masetti foi um dos goleiros mais importantes da história giallorossa.

Er saracinesca (o alçapão), como era conhecido carinhosamente pela torcida romanista, jogava sempre equipado de joelheira e meião conectados (o Testaccio era duro...) e levou a Roma a conquista do primeiro campeonato italiano.

Um pequeno trecho extraído de um jornal do jogo Juventus-Roma da época contava um pouco como era Masetti em campo:

"Masetti com cem braços como um Briareu e com cem olhos como Argos soube pegar tudo"

Depois da importante vitória fora de casa sobre o Venezia por 1 a 0, que também brigava pelo título fez Valentino Mazzola, ficar louco, defendo tudo e mais um pouco, inclusive um pênalti cobrado por Alberti.

"Nunca vi nada semelhante!", comentou o jogador do Torino. "Guidone" o capitão, que naquele tempo ganhava 2.500 liras por mês. E pensar que na sua estréia cometeu um papelão daqueles, causando a vantagem do time adversário.

Ficará pra sempre na memória e na família giallorossa o qual será lembrado por gerações de romanistas. Mesmo com tanta classe o veronês jogou muito pouco na seleção italiana, apenas duas presenças. Entretanto o comissário técnico da Azzurra Vittorio Pozzo tinha apreço pelo arqueiro, porque Guido tinha uma simpatia que mantinha unido o time. Um fanfarrão de primeira classe, cantava e dançava; uma vez se vestiu de odalisca, durante uma festa para um embaixador turco, e exibiu a dança do ventre. Em Ostia, antes do jogo, dirigiu uma orquestra no meio da estrada. Na seleção estreou com o bloco giallorosso: Masetti, Monzeglio, Allemandi.

No dia 18 de fevereiro, ainda com o "scudetto" no peito, anunciou sua aposentadoria, para mais tarde se tornar treinador do Gubbio pela Série C. Voltaria depois para treinar seus velhos companheiros e levá-los a conquistar o Campeonato Romano, da Copa Cidade de Roma e o Campeonato Laziale... Duas grandes temporadas durante a guerra. Em 1951 novamente na tentativa desesperada de salvar o time do rebaixamento a Série B. Geriu por anos um agitadíssimo bar no Largo Argentina. Nos anos sessenta novamente em situação de emergência treinou a Roma.

O técnico Burgess, no seu teste inicial ousou dizer que goleiros como ele existiriam outros mil. Iniciara no futebol como meio-campista, mas suava muito e sua mãe achava ruim.

"C'`e Masetti ch'`e primo portiere..."

Imaculada canção do Campo Testaccio. Jogou dezenove vezes pela Copa Itália e sete pela Copa da Europa Central.

Masetti morreu em Roma no dia 27 de novembro de 1993 aos 86 anos de idade. Nunca abandonou sua amada Roma, e sempre que podia dava uma fugida pra Curva Sud do Olímpico. Uma das suas maiores alegrias foi acompanhar o time da década de oitenta e presenciar o segundo scudetto giallorosso.

@zamacwb

 

MASETTI

B I O S
  • Guido Masetti


    Nascimento: 22/11/1907
    Cidade : Verona

    Função: Goleiro

    Estréia : 28.09.1930
    Modena 1-1 Roma

    Temporadas Pres Gols Sofridos
    1930/31 32 28
    1931/32 33 40
    1932/33 34 35
    1933/34 34 32
    1934/35 29 36
    1935/36 29 20
    1936/37 21 29
    1937/38 21 19
    1938/39 24 29
    1939/40 24 27
    1940/41 15 19
    1941/42 19 21
    1942/43 13 23
    Total 339 358

    info@portaleromanista.org

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM