Gino Ferrer Callegari

iniciou sua carreira no Centro Sportivo Tito Fumeri em 1927, antes de ir para a divisão de bases do Padova meses depois. Três anos mais tarde passa a atuar pelo time principal com apenas 22 anos.

Não se destaca tanto pela técnica, mas sim pelo vigor físico demonstrado em campo e pela tenacidade colocando-se sempre em evidência quando chamado para serviço o que chama a atenção da Roma e em 1933 chega à capital.

Na realidade o seu propósito no time de Luigi Barbesino era aquele de suprir o turn-over do elenco, já que na sua posição o time estava muito bem servido e desta forma Gino vê suas chances reduzidas como titular no time.

Teve a honra de fazer parte do time que destroçou a Lazio por 5 a 0.

Gazzetta dello Sport, depois da partida contra a Juventus em Turim:

"Callegari controlou Orsi como poucas vezes o vimos fazer"

Na temporada seguinte passa para o Sampierdarense da cidade de Genoa e ganha mais espaço como titular permanecendo mais duas temporadas, colecionando 29 presenças e um gol. Em 1936 acerta com o time do Lucchese, antes de finalmente vestir a camisa do Ligúria na temporada seguinte onde se sacramenta disputando seis temporadas com 141 presenças e 14 gols.

Em 1944 passa a atuar pelo Asti e no ano Seguinte Genova 1893. Por fim, em 1945, passa ao Entella para disputar a Série C e fica mais cinco anos no time até encerrar sua carreira em 1950. Na temporada 1945/46 tem um parênteses como treinador do time o que possibilita também dirigir a Associazioni Calcistica Pontedecimo e lá é reconhecido com medalha de ouro devido ao bom trabalho apresentado.

Gino falece no mesmo dia de seu aniversário, vítima de leucemia, com apenas 43 anos de vida, no dia 14 de abril de 1954 na cidade de Genova.

@zamacwb

20   presenças
 

CALLEGARI

B I O S
  • Gino Callegari


    Nascimento: 14/04/1911
    Cidade : Padova

    Função: Volante

    Estréia : 17/09/1933
    Roma 0-0 Triestina
    Temporadas Pres Gols
    1933/34 20 -
    Total 20 0

    info@portaleromanista.org

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM