Tommaso Maestrelli

Tommaso iniciou nos juvenis do Football Club Bari 1908 e com apenas dezesseis anos de idade ingressa no time principal da Puglia se tornando um dos principais jogadores do elenco fixando-se por dez temporadas e acumulando 146 partidas além de vinte gols até 1948.

No verão de 1948, a Roma, depois da negociação que levaria Amedeo Amadei para a Ambrosiana Inter, pede o passe do meio-campista como contra-partida juntamente com Tontodonati ao time “nerazzurro” de Milão.

Jogador de toque refinado, na Roma confirma tudo aquilo que diziam de bom sobre ele: meia de ótima levedura técnica e boa capacidade de desenvoltura ao ponto de também desenvolver muito bem a função de lateral. Se torna o queridinho do presidente Renato Sacerdoti e de Bernardini, mas chega em um momento difícil dentro do clube de modo a elevar os ânimos na relação dos dois grandes personagens citados e o jogador, obrigado a tomar uma posição na qualidade de vice-capitão da equipe, decide ficar do lado de “Fufo”.

Famosas eram as bicicletas “ala Maestrelli” e devido as tensões vividas naquela época pede para ser negociado já na temporada seguinte mas os vinte cinco milhões de velhas liras italianas pedidas aos Genoa não chegam a um porto. Continua na capital se tornando peça principal nos anos seguintes. Porém com a volta de Sacerdoti a presidência giallorossa o fato do passado e a queda a segunda divisão não lhe é perdoado e a Roma o cede para o Lucchese em 1951.

Com o fato, Tommaso dá adeus ao futebol de alto nível e pela Associazione Sportiva Lucchese Libertas 1905 joga até 1953 acumulando quarenta e sete jogos e um gol em divisões inferiores italianas. Retorna a cidade de Bari e com os “galletti” joga setenta e três partidas e marca um gol encerrando definitivamente sua carreira de jogador em 1957.

Já nos últimos anos Maestrelli alterna sua atividade entre jogador e técnico o que daria indicio de que voltaria aos gramados como dirigente esportivo. De fato continua a partir de 1957 como auxiliar do Bari e na temporada 1963/64 como treinador oficial do time. No ano seguinte assume i comando da Urbs Sportiva Reggina 1914 onde promove do time a Série B, permanecendo por mais quatro temporadas.

Em 1968 acerta três temporadas com os “rossoneri” do Foggia Calcio e após passa a Società Sportiva Lazio onde conquista o primeiro título italiano da história do clube em 1973/74, encerrando sua carreira como técnico depois de seis temporadas comandando o time celeste.

O feito com a Lazio lhe rendeu uma rua em seu nome na capital, com o mérito de entrar para a lista dos melhores técnicos italianos de todos os tempos. Tommaso Maestrelli morreu prematuramente aos cinquenta e quatro anos, vítima de um tumor maligno no fígado, o qual ja vinha tentando cura através de tratamento por algum tempo. Foi sepultado na capital no dia dois de dezembro de 1976.

@zamacwb

95   presenças
4   gols
 

MAESTRELLI

B I O S
  • Tommaso Maestrelli



    Nascimento: 07/02/1922
    Cidade : Pisa
    Função: Volante

    Estréia : 19/09/48
    Bologna 1-2 Roma

    Temporadas Pres Gols
    1948/49 29 4
    1949/50 35 -
    1950/51 31 -
    Total 95 4

    info@portaleromanista.org

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM