Mario Forlivesi

Mario cresceu nas divisões de base da refundada sociedade Fortitudo (uma das equipes que em 1927 junto com Alba e Roman fundaram a Roma). Era uma grande promessa do futebol romano, tanto que já aos dezoito anos fazia parte do time principal romanista.

Com a segunda guerra mundial, o campeonato italiano a nível nacional foi paralisado, e para manter as equipes foram criados vários torneios regionais pelo país. Mario foi chamado para defender atuar no ataque da equipe e vestiu a camisa romanista sete vezes, marcando incríveis oito gols nesta meteórica trajetória.

Durante o campeonato romano de 1944/45, o qual também ajudou a Roma que se consagraria campeã no final, sofre uma meningite crônica acentuada e acaba falecendo no dia 29 de março de 1945.

Abaixo a reportagem sobre o triste episódio de Mario Forlivesi:

"Faleceu ontem a noite, em Roma, Mario Forlivesi, um dos jogadores mais notórios da Capital, e uma das esperanças do futebol italiano. Havia apenas dezoito anos, e uma breve doença o afetou. Assim forte, assim robusto, expressão de grande saúde, não resistiu ao mal que o derrubou justo quando a vida se abria a ele com um futuro róseo tanto no futebol quanto nos estudos.
Os leitores o recordam bem. Iniciou a atividade de jogador no viveiro da "Fortitudo", e logo se fez notar. De lá passou para a Roma onde jogava com os juniores: o melhor sem sombra de duvidas, a grande esperança que a Roma cuidava com amor. Quando na temporada anterior Amadei não podia jogar, depois de várias provas, e por retrospectos técnicos decidiram fazê-lo saltar para o time principal. Fui as vésperas encontrá-lo: seus olhos estavam transbordando de alegria. Não sabia o que era a emoção, por aquele sentimento que deriva da grande paixão dos jovens pelo esporte. Brevemente se impôs: e foi o motivo de alegria de nossos difíceis dias. E em Nápoles quando a Roma foi disputar um amistoso, fez uma das suas melhores exibições onde o publico aclamava aos quatro cantos o nome de Forlivesi.
Lesionado em uma partida pelos juniores, fica em repouso por algum tempo, voltando a equipe principal, mas se afastando por indisposição. Jovem forte de muita saúde, alto, olhos sempre alegres, bem robusto, era a expressão da juventude que no futebol é um róseo despertar: róseo despertar pela serenidade que o distinguia nos treinos e nos estudos.
A sua morte, para nós que o conhecíamos bem e a todo mundo do esporte, trouxe uma dor muito profunda. A família, a qual ele era motivo de muito orgulho, nossos sinceros sentimentos"

@zamacwb

 

FORLIVESI

B I O S
  • Mario Forlivesi


    Nascimento: 1927
    Cidade : Roma
    Função: Volante


    info@portaleromanista.org

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM