Alessandro Ferri

Inicia futebolisticamente do outro lado do Tibres nas divisões de base da Società Sportiva Lazio e aos dezessete anos estréia no time principal da equipe celeste da capital. Em 1945 tem uma rápida passagem pelo Audace Football Club da cidade de Taranto no extremo sul da Itália e no ano seguinte retorna a Lazio onde fica até 1948 acumulando 129 presenças em campo e um gol.

Sua estréia na Série A de fato se entrelaça com um fato curioso. Foi o último derby disputado por Fulvio Bernardini e naquela ocasião a Lazio vence merecidamente o jogo e “Fufo”, no final da partida cumprimenta pessoalmente a jovem revelação celeste que teve compostura e cabeça mesmo com a diferença de idade em um confronto bastante particular e recheado de emoções como o clássico de Roma.

Volante extremamente aguerrido, Ferri suplementa seus dotes de jogador a uma técnica que realmente não podemos assim classificar de primeira grandeza. Fora um dos famosos “pulguinhas” (equipe dente de leite) laziales que haviam maravilhado durante uma partida disputada ao Prater contra o Austria Wien e seu crescimento técnico o levou, inevitavelmente a um lugar no time principal como também acontecera com outros elementos daquela formação.

Se nos dias atuais tivéssemos uma referência para Alessandro diríamos que seria um Davids e que certamente Pitbull encaixaria perfeitamente a sua personalidade em campo mas apenas fazendo uma alusão a força de vontade que o menino tinha para jogar. Antes do inicio da segunda guerra mundial, consegue consolidar sua posição de volante na equipe celeste, facilitado também pelo fato de que naquela época a Lazio não tinha um grande time.

Um artigo do jornal da capital Corriere dello Sport de 1949 citou Ferri:

"Ferri é como um mastim.E como mostra os dentes"

Após o fim do conflito bélico começa a mostrar alguns sinais de perda de rendimento e a chegada de jogadores de boa levedura ao meio campo laziale, lhe tira um pouco de campo. Em 1948 a Lazio decide cedo-lo a Roma, onde auta inicialmente como lateral. Suas primeiras exibições são discretas enquanto no seguinte não consegue nem mesmo repetir, mesmo porque o marasmo técnico fica estagnado a níveis estáticos aconselhando a diretoria a ceder o volante para o Urbs Sportiva Reggina 1914 em 1950.

Com os calabreses disputou quarenta e cinco jogos, marcando três gols pela Série C italiana até a temporada 1951/52 antes de pendurar definitivamente as chuteiras aos trinta e um anos de idade. Voltaria em 1964 para se aventurar como técnico dirigindo a Associazione Sportiva Dilettantistica Cassino Calcio 1924, equipe que leva o mesmo nome da cidadezinha próximo a Roma, em divisões amadoras que duraria apenas uma temporada.

Alessandro Ferri veio a falecer do dia três de junho de 2003, aos oitenta e dois anos de idade e foi sepultado na capital Roma, sua cidade natal.

@zamacwb

38   presenças
1   gols
 

FERRI

B I O S
  • Alessandro Ferri


    Nascimento: 25/02/1921
    Cidade : Roma

    Função: Zagueiro central

    Estréia : 19/09/1948
    Bologna 1-2 Roma

    Temporadas Pres Gols
    1948/49 30 1
    1949/50 8 -
    Total 38 1

    info@portaleromanista.org

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM