Vittorio Dagianti

Crescido nas divisões de base da Lazio, com os míticos "pulguinhas" (pulcini) que haviam feito o Prater brilhar na metade dos anos trinta, estréia na equipe principal celeste pela primeira divisão italiana com dezenove anos de idade acumulando 25 jogos e 4 gols nas três temporadas que lá ficou até 1940/41.

Na temporada seguinte é negociado com a Salernitana indo a campo 28 vezes e marcando 10 gols. Com o grande desempenho alcançado com a equipe de Salerno, na temporada seguinte a Roma resolve trazê-lo novamente para a capital inicialmente para fazer o turn over.

E justo naquela temporada de 1942/43 Dagianti se torna protagonista de um incrível episódio que custa a suspensão perpétua de Amadei. No curso da semifinal da Copa Itália contra o Torino de Valentino Mazzola, dispara propositalmente um ponta pé no bandeirinha Masseroni após o mesmo ter validado uma gol em posição irregular de Ossola. No meio da confusão no entanto, ninguém entende quem tenha sido culpado e a Federação, inacreditavelmente, decide suspender o pobre Amadei, culpado por ser capitão da equipe.

Vittorio era um meia de grande técnica, qualidade nas jogadas e bom condicionamento físico, características que fazem rapidamente o torcedor romanista esquecer suas origens, já que tinham um pé atras na sua chegada. Nada mais justo lembrar também que ele fez um gol de cabeça na Lazio.

"Dagiante trabalhou como um escravo, se desvencilhou bem dos adversários"

Depois da segunda guerra mundial, após Amadei ser anistiado, a verdade vem a tona finalmente e Dagiante escapa sem maiores danos. No verão de 1946 é cedido para Salernitana novamente onde fica até 1949 colecionando noventa e uma presenças e 2 gols.

Na temporada seguinte passa ao Napoli disputando trinta e três partidas e marcando cinco gols com os partenopeus nos dois anos que lá ficou, antes de seguir para o Chieti em 1951. Com os "neroverdi" de Abruzzo vai a campo 22 vezes marcando um único gol decidindo encerrar a carreira de jogador no final da temporada em 1952.

Voltaria aos gramados em 1971, desta vez como técnico de futebol a frente do S.T.E.F.E.R. Roma. Em 1974 também treinou os "verdibianchi" Almas, também da capital, onde permaneceu mais um ano como treinador antes de aposentar-se definitivamente do futebol.

Vittorio Dagianti, faleceu aos setenta e cinco anos de idade, no dia 4 de junho de 1994 na cidade de Teramo.

@zamacwb

16   presenças
2   gols
 

DAGIANTI

B I O S
  • Vittorio Dagianti


    Nascimento: 25/02/1921
    Cidade : Roma

    Função: Meia

    Estréia : 17/01/43
    Fiorentina 3-0 Roma

    Temporadas Pres Gols
    1942/43 16 2
    Total 16 2

    info@portaleromanista.org

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM