Giorgio Carpi

Defensor central com dotes para atuar pelo lado direito também. De pé levemente educado era capaz de correr boa parte do tempo e em profundidade, mas nada além disto. Em campo, no entanto, faz-se notar sobretudo pelo orgulho com que endossa a camisa giallorossa, que a ama e defende até a morte. Seu apelido era "er signorino" (o sinhozinho), por seus cabelos abrilhantados de algum tipo de "Trim" (creme para cabelos) e pela elegância que tinha dentro e fora do campo.

E justo por este imenso amor pela Roma, lhe vale a medalha maior. Porque, se é verdade que não foi nenhum fora de série, Carpi, é da mesma forma inegável que um lugar de honra tenha na história da Roma por direito. É justo ele, de fato, que inclusive romano não era de nascimento, mas que tal se sentia, a dispensar salário pela honra de endossar a camisa da Roma. O seu exemplo logo seria seguido por outros, os quais acatam com sobra o assunto que move o zagueiro de Verona.

Conquistou o primeiro título romanista em 1927/28 a Copa Coni. Em 1934, com Fusco e Ferraris IV, compunha uma linha definida "a muralha da China".

A camisa giallorossa era de fato a sua segunda pele, tanto que veio do Roman (que tinha as mesmas cores) e curiosamente ele também estava no time que venceu os primeiros dois derbys romanos da história.

Seu pai era um dos conselheiros do Roman e foi um dos primeiros a dar sua contribuição em 1927 para a fundação da "Mágica".

Ficou nove temporadas na Roma, sem nunca se transformar em titular absoluto, mas sempre elencado pelos treinadores justo porque encarna como melhor não é possível o orgulho de representar a equipe da capital.

Quanta diferença com os caprichosos jogadores de hoje em dia, que nem mesmo os contratos respeitam, mas querem rediscutí-lo toda vez que tocam na bola.

Logo no início dos anos cinquenta, se transforma em Diretor Esportivo do clube no lugar de Vincenzo Biancone, que se transferia para a Federação Italiana. Sabia inglês e foi também fiel tradutor do técnico Jesse Carver em 1953.

Extraído de um jornal da época:

"O minúsculo Carpi, que encontra sempre traços de bom jogo"

O romano e romanista-doc Giorgio Carpi nunca vestiu outra camisa que não tenha sido a giallorossa. Faleceu em Roma no dia 30 de junho de 1998 com 98 anos.

@zamacwb

45   presenças
 

CARPI

B I O S
  • Giorgio Carpi


    Nascimento: 01/11/1909
    Cidade : Roma

    Função: Zagueiro Central

    Estréia : 27/10/29
    Milan 3-1 Roma

    Temporadas Pres Gols
    1927/28 5 -
    1928/29 5 -
    1929/30 12 -
    1930/31 1 -
    1931/32 10 -
    1932/33 9 -
    1933/34 1 -
    1934/35 - -
    1935/36 2 -
    Total 45 0

    info@portaleromanista.org

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM