Edmondo Mornese

Depois de ter jogado quase toda a carreira com a camisa do Novara,a Roma o negocia por 117 mil e quinhentas velhas liras italianas (o valor original era 120 mil e a diretoria estava decidida a não pagar mais de 115) sob conselho do capitão Amedeo Amadei:

"Jogamos contra e não me deixou tocar na bola"

No entanto o que reforçou a sua contratação foi o fato do técnico Alfred Schaffer ter solicitado o jogador como um reforço importante para poder brigar pelo título italiano.

"Me dê um mediano e um meia e a Roma vencerá o campeonato!"

Parece uma contradição, mas o técnico demonstra tanta certeza e convicção por um jogador nunca antes apreciado de tal forma que todos da diretoria ficam com um pé atras sobre seu real valor.

De fato por alguns anos é um dos melhores volantes italianos, mesmo se nunca fora chamado para vestir a camisa da seleção italiana principal (jogou pela Itália B), talvez barrado pelos talentos de Monti e Andreolo.

Típico representante do futebol piemontês, une boa capacidade técnica a força física e também a proverbial rudez nos contrastes que se destacam como uma das maiores características da escola na qual fora formado.

Longilíneo, forte nas jogadas aéreas, constitui um dos melhores pontos de força daquela equipe campeã italiana de 1941/42:

"Líbero marcador e regista do setor defensivo é Edmondo Mornese: dos seus pés partiram lances em profundidade que iniciaram mortíferas ações de contra-ataque..."
Gazzetta dello Sport

Juntamente com Bonomi e Donati, forma uma vasta linha mediana capaz de filtrar da melhor maneira o jogo adversário e armar grandes contra-ataques. Na frente dele haviam indivíduos de todo respeito, como Amadei, Krieziu, Panto'... E daquele triunfante 1942 citamos as "notas" do jogo Roma 2-0 Juventus, publicadas pelo cotidiano semanal da época "Tempo Illustrato": Mornese talvez o melhor em campo, 9. Em ocasião de um derby conquistado pelos lobos, então um jornalista observou:

"Mornese fora aquele que se fez mais passar pelo metódico, seguro e senhoril controle de Piola..."

Vocês leram certo, "senhoril". Dá energia e jovialidade a toda a equipe, que encontra um grande equilíbrio se transformando em um poderoso bloco de aço. As duas grandes temporadas com a camisa da Roma, são em prática o seu canto do cisne, mesmo porque sua carreira, que já está próximo do fim, é interrompida precocemente pela segunda guerra mundial que estouraria pouco depois.

Quinze presenças na Copa Itália. Faleceu em Novara no dia 30 de dezembro de 1962 de ataque cardíaco em seu estabelecimento comercial com apenas 52 anos.

@zamacwb

56   presenças
3   gols
 

MORNESE

B I O S
  • Edmondo Mornese


    Nascimento: 14/11/1910
    Cidade : Alessandria

    Função: Volante

    Estréia : 26/10/1941
    Roma 5-1 Napoli

    Temporada Pres Gols
    1941/42 29 1
    1942/43 27 2
    Total 56 3

    info@portaleromanista.org

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM