Mario Acerbi

Iniciou nas categorias de base do La Serenissima (clube extinto) antes de estrear profissionalmente aos vinte e um anos de idade no Fanfulla, ambos clubes da sua cidade natal. Conquista peso e nome com o clube nerobianco acumulando 26 jogos e 4 gols e chamando atenção de diversos clubes na época em vista de uma grande promessa.

A Roma chega antes e acerta com o menino prodígio. Já nas primeiras partidas revela porque veio a capital e desta forma conquista a titularidade no time ao demonstrar suas aptidões na bola, usando previdentemente o esquerdo, seu pé natural.

A intensidade do seu jogo casa perfeitamente com a serenidade de Brunella, o outro companheiro de zaga, dando corpo a uma dupla de laterais extremamente confiável que conquista amplas garantias do treinador.

Depois de uma sonora derrota por 3 a 0 em Milão para a Ambrosiana, Mario Zappa escreveu assim na Gazzetta dello Sport:

"Acerbi, um dos poucos que se salvaram do desastre. O promissor Acerbi, um jovem lateral para a grande divisão"

Na temporada 1941/42, já como titular absoluto, e sempre com o rendimento acima da média, o que também contribui para seu crescimento técnico, segue sua estrada gloriosa até a nona rodada quando se lesiona e tem que que dar espaço a Andreoli, outro que em termos de exuberância física e vontade não brinca em serviço.

E desta forma fica claro que para o pobre Acerbi está para iniciar um período difícil. Daquele momento em diante fica fora do time principal e inclusive na temporada seguinte é obrigado a se contentar com a reserva dando espaço a imutável dupla formada por Brunella e Andreoli.

Em 1943 é cedido par o Pavia recém promovido a Série C e acumula 17 presenças e um gol. Em 1945 volta para sua cidade natal onde volta a vestir a camisa do Fanfulla e lá disputa 56 partidas até 1947 quando se transfere para o extinto Olubra antes de encerrar sua carreira de jogador. Ainda teria uma veloz aventura de treinador na temporada 1951/52 sempre pelo Fanfulla, antes de se afastar definitivamente dos gramados.

Mario Acerbi faleceu aos noventa e seis anos de idade, no dia 20 de fevereiro de 2010, na sua cidade natal. Foi um dos poucos jogadores, juntamente com Amedeo Amadei a ver a Roma conquistar os três títulos italianos, inclusive fazer parte daquela mágica temporada de 1941/42.

@zamacwb

77   presenças
 

ACERBI

B I O S
  • Mario Acerbi


    Nascimento: 01/07/1913
    Cidade : Lodi
    Altura: 172cm
    Peso: 68kg

    Função: Lateral

    Estréia : 17/09/1939
    Roma 2-0 Bologna

    Temporadas Pres Gols
    1939/40 28 -
    1940/41 28 -
    1941/42 9 -
    1942/43 12 -
    Total 77 0

    info@portaleromanista.org

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM