Giovanni Zucca

Começa a se destacar com várias boas apresentações com o time da sua cidade natal, a Sestrese e em seguida desperta interesse da Sampierdarenese, segunda equipe de Genova, sempre em busca de talentos da região em condições de disputar o grande futebol que começava a se viver no país.

Muito bom no gol, não tem um fisico a altura, como o resto dos goleiros da sua época e tem que trabalhar dobrado para suprir a deficiência, entre aspas, e mostrar serviço. Sua grande temporada pela Série B, o coloca como um dos destaques da competição, inclusive pelo fato de ser jovem o que deixa ainda mais interessante sua ficha técnica.

Observadores da Roma começam então a acompanhar de perto o trabalho do jovem goleiro e não demora muito para se convencerem a traze-lo para capital para a reserva de Masetti. Porém com a alta performance e a boa regularidade de Guido, fica muito difícil para Zucca ter espaço no time.

O jornal Littoriale escreve assim de Giovanni:

“Zucca constituirá para Masetti o melhor estimulo para jogar sempre a altura de sua fama”

Uma das suas únicas duas chances que teve na equipe principal foi no dia 3 de fevereiro de 1935, na sua quarta temporada depois que assinou com o clube giallorosso contra o Pro Vercelli e imaginar que mesmo assim o jogo acabou com o Fulvio Bernardini tendo que assumir a meta romanista as pressas.

Por sorte, para seu consolo pode jogar pelo time reserva em um torneio paralelo. Ainda sim teve também uma chance na Copa da Europa Central. Em 1937 acabou se transferindo para o modesto time do Acqui da cidade de Alessandria. Terminou a carreira no Pavese, justo na temporada que a Roma se sagrou campeã italiana pela primeira vez na sua história.

@zamacwb

2   presenças
 

ZUCCA

B I O S
  • Giovanni Zucca


    Nascimento: 11/12/1907
    Cidade : Sestri Ponente

    Função: Goleiro

    Estréia : 28/2/32
    Roma 1-2 Alessandria

    Temporadas Pres Gols
    1931/32 1 -
    1932/33 - -
    1933/34 - -
    1934/35 1 -
    Total 2 0

    info@portaleromanista.org

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM