Alfredo Mazzoni

Estréia profissionalmente em 1924 com apenas dezesseis anos de idade no Modena e lá fica por sete longas temporadas, acumulando cento e cinquenta partidas e cinquenta e seis gols até se transferir para o Genova 1893 em 1931.

Considerado um dos melhores meias do futebol italiano a cavalo da década de vinte e trinta. Possuía grande habilidade técnica e ótima capacidade de conduzir sozinho a manobra, embora pecasse muito na velocidade. Suas cobranças de faltas variavam entre violentas e pífias

Na seleção italiana teve a infelicidade de disputar atenções junto com Meazza, Ferrari e Cesarini, então o consolo foi se abraçar na equipe reserva onde teve seis participações pela Itália B.

Fica três temporadas com o Genova (95 jogos e 27 gols). Na Temporada 1934/35 passa para a Ambrosiana (Inter) mas com uma participação discreta de apenas 5 partidas. Retorna para o seu Modena no ano seguinte e lá consegue maior espaço fazendo 12 gols em 32 participações.

A Roma que dá inicio a uma política de ressuscitar galinhas mortas suprindo o turn over do técnico Luigi Barbesino a um retorno financeiro interessante, decide contratar o incansável Alfredo e aos trinta anos passa a integrar a equipe da capital em 1936.

Sua melhor contribuição (e vale por tudo aquilo que não renderia depois) foi no dia vinte e um de fevereiro de 1937. A Lazio precisava vencer o derby de qualquer maneira pois brigava pelo título italiano, e jogava no seu estádio com o mando e torcida a favor, sob pressão inclusive da derrota no primeiro turno (3-1); porém aos 29 minutos do segundo tempo, em uma partida que caminhava para o empate em 0 a 0, Alfredo abre o placar e o nervosismo se instala no duelo. Faltando quinze minutos para acabar a partida foi pancadaria no campo e nas arquibancadas para o resto da jornada. O time celeste de fato terminou o campeonato na segunda colocação com 39 pontos (a três pontos do campeão). Naquela época vitória valia 2 pontos e a Lazio perdeu 4 pontos, pois saiu derrotada nos dois confrontos com a Roma.

Pela Copa Itália disputou seis partidas e marcou dois gols. Jogou apenas mais uma temporada com a Roma e depois foi para a Reggiana disputar a Série C. ficou um ano encostado no banco e na temporada 1939/40 negociado com o Ravenna onde lá teve um pouco mais de dignidade para encerrar sua prolífica carreira, acumulando 70 jogos e 21 gols, sempre pela terceira divisão italiana.

Mazzoni se despediu em 1944 dos gramados como jogador endossando a camisa do time que iniciou sua carreira, o Modena, onde fez fez mais três partidas.

Teve uma vasta experiência como técnico. Começou já no Ravenna, quando lá se alternava entre jogador e comandante do time. O mesmo pelo Reggiana e Modena o qual ficou até 1949. Em 51 treinou o Vicenza na temporada seguinte o Como para em 1952 retornar ao Ravenna. Da metade dos anos cinquenta até o inicio dos sessenta ainda treinaria discretamente o time juvenil da Fiorentina e o Civitanovese antes de voltar para suas origens no Modena onde encerrou sua carreira definitivamente em 1974.

Faleceu em Modena aos oitenta e dois anos de idade, no dia 27 de julho de 1986.

@zamacwb

20   presenças
3   gols
 

MAZZONI

B I O S
  • Alfredo Mazzoni


    Nascimento: 23/02/1908
    Cidade : Carpi

    Função: Meia armador

    Estréia : 03/01/1937
    Roma 3-0 Lucchese

    Temporadas Pres Gols
    1936/37 15 3
    1937/38 5 -
    Total 20 3

    info@portaleromanista.org

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM